Julio Cesar quer ouvir Netflix sobre exibição do filme: "A Primeira Tentação de Cristo"

O deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), apresentou requerimento de audiência pública onde convoca a provedora global de filmes e séries de televisão via streaming, Netflix. O parlamentar quer ouvir a empresa a respeito da exibição do especial "A Primeira Tentação de Cristo", filme da produtora “A Porta dos Fundos”

Resultado de imagem para julio cesar ribeiro
Na produção, o grupo “A Porta dos Fundos” encena o retorno de Jesus dos 40 dias no deserto e incita uma relação amorosa entre Jesus e Satanás e ainda sugere que Cristo, Maria e José formariam um triângulo amoroso.

O republicano caracteriza a produção como vilipêndio conforme art. 208 do Código penal, no qual tipifica o crime de “ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo”, punindo com detenção de um mês a um ano, ou multa, a conduta de quem “escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”.

“O filme é uma verdadeira afronta aos valores cristão, ultraje a fé e a figura de Jesus Cristo e dos seus discípulos. Jesus Cristo é retrato como homossexual e os discípulos como bêbados. Nós entendemos que uma obra de arte pode abordar diferentes aspectos a respeito desse período histórico sem fazer nenhum tipo de caricatura ou ofensa à imagem de Jesus. No entanto este filme é uma verdadeira afronta aos mandamentos constitucionais, constitui crime previsto no Código Penal e verdadeira afronta religiosa aos valores cristãos”, afirmou Julio Cesar.

Compartilhar

Por: Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

0 comentários:

Postar um comentário